Trend Magia: Peplum

Todos sabem que as coisas no mundo da moda vem e vão certo? E a nova velha tendência do momento é PEPLUM!

O peplum apareceu lá por volta dos anos 50 com Christian Dior trazendo a feminilidade e o foco na cintura para as mulheres. E atualmente esse voluminho nos quadris está fazendo a cabeça das fashionistas e está dominando as passarelas.

Não são todas as meninas que vão querer acrescentar esses babadinhos e voluminhos nessa região, mas pra quem quer começar a fazer valer essa tendência a dica é tomar cuidado com as proporções. Já que a peça traz um certo volume aos quadris, nada de mangas bufantes ou outras peças com modelagem larga. Outra dica é montar looks monocromáticos pra ficar mais dicreto, ou utilizar as blusas com peplum junto com calças skinny ou shorts para deixar o visual mais moderno e despojado. A saia lápis também é uma boa pedida para um look mais clássico.

Para as que desejam incrementar a produção pode -se colocar um cinto para evidenciar ainda mais a cintura, ou ainda utilizar cores e estampas.

Eu não tenho visto muito o peplum nas lojas por aqui, tavez na Zara (ah quantas vezes vou falar dessa lindeza aqui? kkk) Mas não acho que essa trend pegou força por aqui ainda! Eu estou a procura de uma pecinha para mim! E vocês meninas, gostam dessa tendência? Usariam ou jamé? 

Beijons, Flá!

Livro Magia: Feios por Scott Westerfeld

           ” Tally Youngblood é feia. Não, isso não significa que ela é alguma aberração da natureza. Não. Ela simplesmente ainda não completou 16 anos. Em Vila Feia, os adolescentes ficam presos em alojamentos até o aniversário de 16 anos, quando recebem um grande presente do governo: uma operação plástica como nunca vista antes na história da humanidade. Suas feições são corrigidas à perfeição, a pele é trocada por outra, sem imperfeições ou – nem pense nisso – espinhas, seus ossos são substituídos por uma liga artificial, mais leve e resistente, os olhos se tornam grandes e os lábios, cheios e volumosos. Em suma, aos 16 anos todos ficam perfeitos.
Tally mal pode esperar pelo seu aniversário. Depois da operação, vai finalmente deixar Vila Feia e se mudar para Nova Perfeição, onde os perfeitos vivem, bebem, pulam de paraquedas, voam a bordo de suas pranchas magnéticas, e se divertem (o tempo todo). Seu único trabalho é aproveitar muito. Mas, enquanto espera que as poucas semanas até completar 16 anos passem, Tally precisa se distrair.
Uma noite, ela conhece Shay, uma feia que não está nem um pouco ansiosa para completar 16 anos. Pelo contrário: Shay pretende fugir dos limites da cidade e se juntar à Fumaça, um grupo de foras-da-lei que sobrevive retirando seu sustento da natureza.
Para Tally, isso é uma maluquice. Quem iria querer ficar feio para sempre, ou se arriscaria a voltar para a natureza e queimar árvores para se aquecer, em vez de viver com conforto em Nova Perfeição e se divertir à beça? Mas, quando sua amiga desaparece, os Especiais, autoridade máxima deste novo mundo, propõem um acordo com Tally: unir-se a eles contra os enfumaçados ou ficar feia para sempre. Tally, porém, acaba se envolvendo em uma conspiração e descobrirá que, por trás de tanta perfeição, se esconde um terrível segredo. Sua escolha irá mudar o mundo para sempre.”

Essa foi uma sinopse, agora segue minha humilde opinião:

É importante dizer que realmente não há nada de horripilante na aparência de ninguem. O que acontece é que o pensamento de Tally e da maioria dos feios, faz no início com que o leitor acredite realmente que todos são extremamente feios. Mas não, são todos normais, com “imperfeições” normais que nós todos temos: cabelos lisos demais ou crespos demais, nariz achatado ou grande, olhos separados demais ou juntos demais. O fato é que esse pensamento é incutido na cabeça de todos naquela sociedade desde a infância. Desta forma todos aprender a se acharem feios e a aguardarem ansiosamente pela “perfeição”.

Insteressante é como esse livro nos faz pensar que isso de certa forma ocorre na vida real não? Os padrões de beleza modem mudar de acordo com as épocas, mas sempre existe um. Décadas atrás o bonito era ter curvas. Agora é bonito ser magra. No livro o governo dita  o que é perfeição física e inclusive mental e escolhe como cada um deve viver sua “vida perfeita”. E no nosso mundo? Não é verdade que a indústria da moda, a mídia,  publicidade e as grandes marcas ou pessoas consideradas “influentes” ditam o que é bonito, o que se deve comprar e fazer para ser feliz?

Todos assuntos como esses são tratados no livro, o que o torna muito especial. Os personagens são todos bem construídos, mas Tally por exemplo me pareceu um tanto irritante com a sua teimosia e demora em aceitar os fatos como são. A narrativa é rapida e emocionate, com muita ação, é impossível não se colocar no lugar de Tally naquele e mundo e pensar como você agiria em uma situação parecida.

 Gostei muito e me surpreendeu. Não amei, não é uma das minhas séries favoritas,(por enquanto né, vai saber kk) mas concerteza tem uma boa história que prende o leitor do começo ao fim. E que fim! O  final do livro te deixa mais curioso para a continuação, (Perfeitos) do que um filme de suspense te deixa ancioso pela próxima cena.

Beijos, Flá!

Marcadores de página fofos!

Bom quem ama livros, (como euzinha) geralmeeeeente acaba amando marcadores de página e faz coleção deles (como euzinha). Então eu tive diversas idéias pra marcadores então resolvi eu mesma fazer esses marcadores! Então como sou bondade pura, vou compartilhar com vocês aqui =D

Quem curtir é só imprimir e colar em um papel durinho se quiser 😉

 

Flá!

Trend Magia: Caveiras

Já faz um bom tempo que as caveiras estão em alta não é? Só passear um pouco pelas lojas que não é dificl encontrar diversos artigos com as dita cujas estampadas!  As caveiras sempre foram associadas  aos rockeiros, punks, motoquiros  e todos mais que a sociedade conservadora despreza, mas é impossivel negar que de um tempo pra cá, els tem sido consideradas extremamente fashion!

Elas estão em tudo: roupas, sapatos, bolsas, acessórios, unhas e até em objetos de decoração.

A questão é que sim, a caveira pode sim dar um ar jovial ao seu look e muito feminino. Seu visual não precisa necessáriamente ficar “dark” ou  pesado. Até mesmo porque as ceveirinhas estão aparecendo por aí de forma cada vez mais irrevente e estilizadas. algumas se apresentam até muito mais divertidas e simpáticas do que aquele crânio branco que é o primeiro a vir a mente de todos quando se pensa em caveira. 

As caveirinhas podem tranquilamente fazer parte dos looks mais descolados, modernos e clássicos, pois aparecem em todos os tipos de peças de roupas, as mais arrojadas e as mais delicadas.

Essa tendência veio pra ficar! Portanto fiquem tranquilos na hora de compor o seu visual com roupas ou acessorios com caveirinhas, o importante é ter personalidade e se sentir bem! Mas claro que não adianta usar uma caveirona enorme na blusa sem se sentir bem só para acompanhar a moda né? Começar com pequenos aneis e outros acessórios é uma boa dica pra quem gosta mais ainda quer se acostumar com o uso de caveiras no look.

Flá

Filme Magia: Te Espero Eternamente

Hoje resolvi escrever sobre esse filme que eu vi e digo que chorei, e olha que eu não sou chorona hein, principalmente com filmes! Mas esse me levou as lagrimas salgadas duas vezes! E nem é um filme trágico não, apenas emocionante.

O filme é “Waiting for Forever” ou “Te Espero Eternamente” em português. A história encantadora é centrada em Emma e Will, amigos de infância que, ao menos da parte dela, se desencontraram depois que cresceram.  Emma, (intepretada por Rachel Bilson, a querida Summer de The O.C.) uma atriz que após ter sua série de tv cancelada resolve voltar pra sua cidade natal para ficar com o pai que está doente. Will, (interpretado por Tom Sturridge, que adimito: só conhecia de nome por ser o melhor amigo de Robert Pattinson) é um artista de rua que só veste pijamas, não tem residência fixa e leva sua vida indo onde Emma vai, se ela vai para uma determinada cidade ele também vai, sem nunca falar com ela.

Faltou muito para se conhecer de Emma,o seu personagem não é bem explorado mas Will é um personagem muito bem construído e desenvolvido, é nada menos do que impossivel não se encantar com ele e não sofrer a sua angústia. Durante todo o filme acompanhamos as lembranças que  Will tem das ações de Emma e como ela é sem dúvidas a razão de sua vida. Eles se separam quando tinham 10 anos, mas Will nunca deixou de pensar nela e quando ela se mudou de cidade para fazer faculdade, ele foi junto, quando ela se mudou por conta de um emprego ele também a seguiu.

“Como pode que um passo pra longe de você é para mim, nada mais que um passo na direção errada”

O filme nos emociona por conta de dois pontos contrastantes: de um lado a maldade impensada do ser humano, do outro, a existência de pureza e inocência nesse mundo onde a bondade é superestimada. Will sofre com a intolerância do irmão, que o considera um louco, doente, por seguir Emma. Mas Will faz isso não de uma forma perigosa, ele não é um persiguidor obcecado. Ele apenas ama de uma forma sincera, pura e eu diria até infantil. Ele ainda vê Emma com os olhos da criança que sofreu demais com a morte dos pais e encontrou apoio em sua amiga e desde então nunca mais a esqueceu.

Rachel Bilson lindinha e Tom Sturridge fofura, como Emma e Willy

“Waiting for Forever definitivamente não é um típico filme hollywoodiano, é lento e acho que muitos não teriam paciência de assistir, algumas cenas se arrastam, mas precisam ser assim, pois eu vi como a realidade da nossa vida: umas coisas acontecem tão rápidos que nem temos tempo de pensar, já outras são pensadas demas e demoram para se desenrolar.

Para quem busca um filme pra rir, chorar e se encantar, “Waiting fo Forever” está definitivamente aprovado pelos padrões blog magia de qualidade =D

 

Flá

Unhas das Leitoras: Laís Cristini – parte dois

Bom Dia! 

E vamos pra mais uma edição de Unhas das leitoras com mais uma participação da nossa querida leitora Laís Cristini, que adora nail arts e dessa vez nos mandou essa daqui bem delicada, de florzinhas =B

Nail Art da Laís *_*

Para essa nail art ela usou:

  • Camboa da Impala (em todas as unhas)
  • Glitter prata Star, coleção da Isabeli Fontana, da Risqué ( indicador e anelar)

Para as flores:

  • Pétalas – Vinho Camurça, coleção Trem da Vida, da Impala
  • Miolos – Azul Pavão, da Impala
  • Pinguinhos dentro das pétalas – Água de coco, da Colorama

Para fazer essas delicadas flores, a Lalá contou que usou um grampo de cabelo =D

É isso meninas!

Quer ver a sua nail art aqui também? Mande para o nosso email: blogmagia.contato@gmail.com ou mande na nossa página no facebook: http://www.facebook.com/BlogMagia

Beijos. Flá!

Trend Magia: Cotoveleiras

Já faz um bom tempo que eu tenho reparado que as cotoveleiras estão em alta, aparecendo em camisetas, tricôs e casacos!  Pra todos, meninas e meninos, as cotoveleiras estão com tudo! 

Eu tenho visto muito delas, de vários formatos e materias nas Zaras que eu tanto amo passear (Delírios de Consumo). Sempre que vejo lembro dos tempos de pré escola que via muitos uniformes dos coleguinhas com pedaços de tecido costurados nas joelhoes das calças e nas mangas das blusas.

Eu estou adorando essa história das cotoveleiras, alguns acham que tem um quê antiguinho, eu acho uma graça esses pequenos toques do passado nas roupas e já aderi a essa moda!

Minha camiseta da Emme =D

Minha blusinha da Zara com cotoveleiras de camursa

Encontrei la no blog Mudo de Salto, um tutorial pra colocar esses “remendinhos” nos cotovelos:

http://www.mundodesalto.com/2012/04/faca-voce-remendo-no-cotovelo.html

Achei demais! Dá pra em casa mesmo, dar uma cara nova para aquele cardigã batidinho, que você não ve mais graça! Só fazer com lã como nesse tutorial, ou com retalhos de tecidos!

E ai crianças desse mundo, vocês curtem essa tendência? Já estão desfilandinho por ai com as suas cotoveleiras modernéticas???

Beijos, Flá