Blood Sisters

73316_10200432816396638_1892494070_n

Ou vampire Academy, se você como eu é fã dos livros de Richelle Mead.

Agora voltando ao filme…

Se você não está arrancando todas as lindas unhinhas de ansiedade e antecipação é porque você ainda não deve ter visto o ator (completamente necessário no guarda roupas de qualquer uma) escolhido para o papel do (*.* #suspira) muso Dimitri Belikov.

Eu sinceramente tinha muito, muito medo mesmo de saber quem seria a escolha para o papel, já que nunquinha nenhum personagem me inspirou tanto quanto o russo mais gato, mais gostoso, mais necessário e mais “badboy” (mesmo sendo o mocinho) que eu já encontrei em um livro. Quando soube que tinham escolhido um ator russo, logo me animei, mas quando vi a primeira foto do Danila Kozlovsky aí uma pequena e singela lágrima de contentamento se derramou sobre a minha face – eles acertaram! Pelo menos uma vez! hahahahaha.

dinka1

E eu humildemente pergunto: Dá pra ser mais “DIMITRI” que isso???

Se você leu o livro irá concordar que NÃO dá (e se você não leu, SÉRIO, corra mas corra mesmo e coloque sua leitura em dia).

Quanto ao nome, sim ele foi mudado e por uma razão bem boa: VAMPIRE Academy pode receber reações negativas de quem não conhece os livros e não é fã. “Outro filme de vampiros? Blé”. Vocês já devem ter percebido que ultimamente TUDO vira o “novo Crepúsculo”. Mesmo assim, como aconteceu com a série de livros no Brasil, o “Vampire Academy” continuará como o título da franquia. Dessa forma, ficamos com Vampire Academy: Blood Sisters.

Ainda não dá pra ter grandes novidades ou cenas já filmadas porque o filme está em fase de preparação. O que temos por enquanto são datas (14/02/14), casting e algumas imagens divulgadas pra aguçar o nosso desespero.

Em seu site, a Richelle Mead afirma que o script está bem fiel ao livro, mas eu só acredito vendo mesmo!!! Já fui muito decepcionada neste quesito. Ela também afirma que as filmagens serão feitas durante o verão do hemisfério norte (o que deve acontecer entre junho e agosto) por uma questão de cenário mesmo – o primeiro filme se passa no fim do verão e o segundo no inverno.

Pra deixar todo mundo com água na boca e sonhando com o Dimka, aqui vai um trechinho (que eu amo) do livro:

*Se não quiser spoilers pare por aqui!

Realmente, era idiotice mesmo, ficar triste porque não encontrei alguém que eu nem conhecia? Ou pior, alguém que nem existia! Sim, porque, depois de tanta vodka, quem garante que não era fruto da minha imaginação? Revirei meus olhos, virando-me de volta para a pista. Quando levantei a cabeça, me deparei com uma parede de couro negro.
–           Procurando por mim?
            Eu gelei – Dimitri.
            Pisquei e pisquei e esfreguei meus olhos com as mãos – eu não podia acreditar no que estava vendo. Um segundo depois, uma mão fria tocou a pele das minhas costas, deslizando suavemente até a minha cintura e terminando na curva do meu quadril. Ele me puxou para si, olhando diretamente em meus olhos. Aqueles círculos carmesins me queimavam como se fossem tochas. Dimitri aproximou a boca da minha orelha e sussurrou.
–           Sentiu saudades?
            Aquela aproximação mexeu com todos os meus músculos. Uma coisa é sonhar com alguém, por mais real que possa ser. Outra bem diferente é sentir alguém. Sentir o corpo de alguém junto ao seu, mesmo frio, era o corpo dele, e o meu reconhecia. 
            Dimitri escorregou os lábios em meu pescoço, arranhando suavemente minha pele com a ponta das presas. Eu gemi.
–           Você gosta.
            Não foi uma pergunta, mas mesmo assim, eu precisava responder.
–           Não! – Embora eu tenha me esforçado para ser enfática, o som saiu mais como um sussurro.
            Ele aumentou um pouco o toque, passando a língua na linha da minha jugular. Eu gemi mais e, se Dimitri não me sustentasse com a mão, eu teria caído porque minhas pernas estavam tremendo.
–           Gosta sim, eu sinto. Sinto seu sangue jorrando mais rápido, pedindo para que eu o tome.
            Ele aspirou o ar em volta do meu pescoço e o soltou em um gemido de prazer.
–           E eu o quero Roza, eu quero sentir seu gosto em minha boca novamente. Quero sentir seu corpo novamente. Eu a quero.
–           Veio me matar?
            Dimitri riu. Sua risada fazendo cócegas em minha pele.
–           Não hoje.
–           O que veio fazer aqui então?
            Ele me sujeitou mais forte em seus braços. Cada centímetro do meu corpo colado ao seu. Eu podia sentir seu desejo crescendo, podia sentir seu corpo respondendo enquanto suas mãos deslizavam em minhas costas nuas.
–           Hoje, eu vim matar meus desejos.

Deu vontade? Aproveite e leia a série. Acredite, sua vida nunca mais será á mesma!!! hahahahaha

vampires

Enjoy

Mah  😉

Anúncios

Once Upon a Time…

Esqueça tudo que você sabe (ou acha que sabe) sobre Contos de Fada…

once-upon-a-time-poster

“Os contos de fadas da sua infância cresceram junto com você e agora estão muito mais intrigantes”

Está duvidando? É porque você ainda não assistiu Once Upon a Time.

Seguindo a linha de “Red Riding Hood” (que eu amo de mais!!!), a série mostra os contos de fadas por uma visão mais adulta. Apostando   num formato que agrada especialmente as “mocinhas (e mocinhos) de plantão”, a série mostra uma trama interessante de se ver, daquelas onde você “Acha que sabe-depois acha que não sabe mais-depois descobre que sempre soube” quer ver mais e mais. Já no segundo epísodio eu tinha certeza de que amaria a série e tenho que dizer que o Blog Magia foi pego pelo feitiço da rainha má… Ou pelo encanto do príncipe!!! hahahaha
Veja o que o “Blog das Resenhas” diz sobre a série:
once-upon-a-time
Sinopse:

“Era uma vez… uma floresta onde vivam todos os personagens de contos de fadas que nós conhecemos. Ou achamos que conhecemos. Um dia eles se viram presos em um lugar onde todos os seus finais felizes foram roubados. O nosso mundo.”

A série começa com essas palavras e o primeiro episódio é destinado a mostrar como isso aconteceu. A Rainha Má, como todos sabem muito bem, nunca gostou muito dessa história de “felizes para sempre” e decidiu se vingar. A Rainha criou uma maldição que prendeu todos os personagens mágicos no mundo real, parados no tempo e sem saber quem são. Mas isso significaria o “felizes para sempre” da própria Rainha e, como o mundo real não é bonito assim, há uma pessoa capaz de mudar isso. Emma, filha da Branca de Neve e do Príncipe Encantado, cresceu sozinha no mundo real com o peso do abandono nas costas, mas não se deixe enganar pelas princesas: Emma é uma mulher comum, atual e nem um pouco boba. Ela levava uma vida até bem real antes de um filho que ela abandonou 10 anos atrás aparecer na porta de sua casa dizendo que os contos de fadas… bem, que eles são reais.

Once-Upon-a-Time (1)

A sinopse ficou um pouco grande, mas é porque Once Upon a Time não tem uma história simples e não merece ser confundida com o novo filme da Barbie. Apesar dessa história de Rainha Má, Príncipe Encantado, Princesa e unicórnios, não tem nada a ver com filmes tipo Encantada, da princesa presa no mundo real. Outra coisa que pode confundir (essa coisa de filho da filha da filha), Emma tem 28 anos, o filho 10 e a Branca de Neve parou no tempo, então não é uma série sobre adolescentes (como eu imaginei quando me falaram). Só para terminar: um medo que eu tinha era com os efeitos, porque é um tema que exige um pouco mais e corria risco de ficar aquela coisa mal feita. Não é uma superprodução, mas passou bem.

Pelos três primeiros episódios, o mecanismo da série é um tema para cada episódio explicando mais o que está acontecendo com base no passado. Por exemplo, o 3º foca na relação do Príncipe Encantado e da Branca de Neve, então vemos como está no presente e como eles se conheceram nos contos de fadas. É legal que às vezes essa transição acontece através das páginas do livro.

A trama, como eu já mostrei, é interessante sozinha. A cada episódio (e olha que até agora só tem 3!) surgem mais detalhes que formam dúvidas e constroem mais a história. A grande pergunta é: Como a Emma vai quebrar a maldição?

Agora, isso tudo fica melhor ainda com contos de fadas. O tempo inteiro na série você está relacionando com contos que você conhecia, não só com a Branca de Neve. Tem também Chapeuzinho Vermelho (personagem que encaixou muito bem na série), Pinóquio (ai o Pinóquio… hahahaha Tenho que fazer um adendo) e outros, que já estão ou irão aparecer. Provavelmente terá de tudo.

0

Uma série sobre contos de fadas com uma trama interessante já deixa todo mundo feliz o bastante, mas Once Upon a Time vai mais longe: tudo isso acontece no mundo real. Você tem praticamente duas versões de tudo e é muito divertido comparar. A Rainha Má, a Branca de Neve e a Chapeuzinho Vermelho merecem destaque.

Once Upon a Time ainda tem atores bons, desde o garotinho Jared Gilmore, que já estreia a série roubando a cena, até a Ginnifer Goodwin (talvez você conheça de Ele Não Está Tão a Fim De Você) que faz a Branca de Neve e parece que finalmente está tendo seu talento aproveitado (não diga nada até terminar o terceiro episódio).Jennifer Morrison (Dra. Cameronde House!) como Emma, a Lana Parrilla como Rainha Má e Robert Carlyle comoRumpsksaksakskao também merecem ser lembrados. Ah, e se prepare para conviver com dois nomes: Josh Dallas (Príncipe Encantado!) e Jamie Dornan (o xerife que você queria na sua cidade– ou não).

Euzinha aqui tenho que dizer que devorei a série em não mais que três dias (a primeira temporada que está disponível no “Netflix”). É muito fofa e recheada de príncipes (uns encantados, outros nem tanto). Então se está com vontade de tentar algo novo e relembrar seus tempos de “Barbie”, tente! Você vai ter lindos sonhos recheados de romance, mas lembre-se: EU REIVINDICO O PINÓQUIO SÓ PRA MIM!!! hahahahahahahahaha

Enjoy

Mah  😉 

Uma hora eu aprendo

 

Mais uma vez eu me pego encarando a sua foto no facebook. Eu sei, eu sei, não deveria fazer isso. Passou. Acabou. Nós dois nunca mais. Mas eu juro que a minha ficha já caiu, já sim…Bem, tirando essas recaídas durante o dia, quando meu inconsciente teimoso deixa de me obedecer e pede por um momento com você. Eu já entendi há muito tempo que o nosso tempo acabou (se é que um dia começou) mas em alguns momentos minha personalidade ‘stalker’ grita e eu preciso ver seu sorriso de novo…mesmo que pela tela do computador. Mas fica tranquilo isso nunca mudaria nada do que você escolheu para gente, dois amigos que um dia se apaixonaram e hoje em dia são completos estranhos. Talvez seja melhor assim, nós sofremos menos fingindo que não nos conhecemos, fingindo que não passamos dias inteiros juntos, deitados no sofá comendo brigadeiro e vendo filme. Quem sabe assim eu esqueço das promessas que você me fez, que mesmo achando impossíveis  eu acreditava que com você tudo se realizaria. Espero que desse jeito, eu consiga esquecer pelo menos o endereço do seu facebook, para o meu inconsciente aprender, de uma vez por todas, que nós dois nunca mais.

Até a próxima, Carol

A felicidade sempre esteve aqui‏

Falaaaaaaa galera! Tudo bem com vocês?

Bem, vocês não me conhecem então deixa eu me apresentar…

Meu nome é Carol, tenho 18 anos e sou de SP. Fui convidada pela Flá para contribuir aqui no Blog Magia. Vou falar mais sobre comportamento, relacionamentos e séries! Siiim, nada a ver né?! Mas sempre que eu tiver algo interessante para postar estarei por aqui.

Vamos ao que interessa?! Meu primeiro texto (:

A Felicidade sempre esteve aqui

Você não sabia de todas as noites em claro que passei pensando em você, dos meus devaneios quando lembrava do seu sorriso ou de como eu ficava triste quando você ia embora.  Você nem imaginava que eu chorava todas as noite pedindo a Deus para te deixar do meu lado ou tudo que passava pela minha cabeça enquanto eu te admirava de longe. Você nunca leu todas as declarações que eu escrevi, nem o meu sorriso quando você contava uma piada boba. Você nunca ouviu as músicas que eu escutava imaginando nós dois ou percebeu a forma como eu falava o seu nome. Mas de todas as coisas que você não fez, a mais difícil de lidar foi a forma como você me amou. Você fingiu todos os seus sentimentos e me colocou como objeto do seu desejo.E quando se sentiu satisfeito, não pensou duas vezes antes de colocar outra em meu lugar…Mas o que você não sabia era o quanto sou forte e que a minha felicidade nunca foi você. Você pode dizer que me trocou por alguém melhor, mais nova e mais bonita, mas eu também encontrei alguém melhor… encontrei o melhor de mim mesma e hoje eu sei o que é felicidade e que ela sempre esteve dentro de mim. E você, o que faz agora?

Gostaram? Têm dicas ou sugestões? Comentem…

Beijo, Carol =)